Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A questão do baptismo, para mim, é uma não-questão. Apesar de ser baptizada pela igreja católica, não sou praticante e considero-me uma pessoa não-religiosa por não me identificar na totalidade com nenhuma das várias doutrinas existentes e ter a ciência como resposta para a maioria dos acontecimentos terrestres.

 

No entanto, entendo e respeito quem tem fé e queira, com um nascimento de um novo membro na família, que este se inicie na religião na qual a família é crente.

 

Na minha adolescência, quando tudo estava errado (típico!), era um motivos de discórdia constante com os meus pais. "Porque é que me baptizaram? Não tive direito de escolha!" - como se isso tivesse feito uma enorme diferença na formação da minha personalidade - mas mais tarde acabei por me calar e hoje em dia, delicio-me a ver albúns antigos, entre os quais o do meu baptizado. Acredito que para quem seja religioso o significado de um baptismo seja bem diferente do meu, com um enorme valor sentimental, bem diferente do que apenas recordações fotográficas da infância.

 

No entanto, houve ainda um outro acontecimento que me faz, ainda hoje estar rodeada por vestidos, velas  e toalhas de baptizado. A minha mãe, teve em tempos uma loja de vestidos de noiva, baptizados e comunhões e o stock ainda existe. Por isso mesmo, decidi criar uma página com os artigos que ainda estão armazenados.

 

 

Dêem uma espreitadela na página de Facebook.

 

 

Pode ser que encontrem algo que vos agrade para os vossos petizes!

COVER_BBB.png

T*

Autoria e outros dados (tags, etc)



Um blog de experiências do dia-a-dia com um toque de sarcasmo e ilustrado por uma designer que " Quando-for-grande-quer-ser-ilustradora".


Tradução/Translate


I Saw Jesus in a Toast

Blogs

Tumblr


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Bloglovin