Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Neste fim de semana fiz um programinha bem giro (e há muito alinhavado) aqui mesmo ao pé de casa e que tinha a sensação que iria ser bastante bom e não me desiludiu em nada - o brunch no palacete Chafariz Del Rei.
O edifício é lindo por dentro e por fora e senti-me uma verdadeira Marie Antoinette à mesa. É um programa a repetir (seja na versão brunch ou como salão de chá).
Adoro esta Lisboa que me surpreende em cada recanto.

E assim vos desejo uma ótima semana.
T**

00001.png

00002.png

00003.png

00004.png

00005.png

00006.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

lx.jpg

Lisboa está cada vez mais turística. As ruas da Baixa estão cheias de tuk tuks barulhentos a azaranzar para cima e para baixo, estrangeiros de mapa na mão e ementas bilingues a preços duplilingues. E ainda bem que assim é porque com a crise que está instalada no país ao menos que o turismo seja uma lufada de ar fresco para a economia nacional.
Mas vamos com partes.
Lisboa tem o carisma que tem por ser uma cidade pitoresca. Por ter bairros típicos ainda cheios de gente ali nascida e criada. Os marialvas cirandam pelas ruelas e as fadistas ouvem-se a cada esquina e é por isso mesmo que os turistas gostam da nossa Lisboa. Por ter Vida.
Sendo assim, é bom que se mantenham os costumes. Não inflacionem a habitação de forma a que qualquer família de classe média tenha de fugir para o subúrbio por não conseguir comprar uma casa no seu bairro de toda a vida como está cada vez mais a acontecer em Alfama, por exemplo. As construções/remodelações de prédios no bairro são um sem fim delas, mas todas completamente direcionadas para alugueres de curta duração. Ora assim sendo, daqui a muito poucos anos, Alfama vai ser um bairro sem alma ou então terão de contratar figurantes para simular as discussões vividas de janela para janela entre a Cátia e a D. Rosa que se zangaram porque a Cátia sacudiu um tapete para cima da roupa lavada da Rosinha (e com a Rosinha ninguém se mete!).
Façamos as coisas com peso e medida ou em pouco tempo até a bela da sardinha assada é trocada pelo fish and chips!
Venham os turistas mas não deixem morrer a Lisboa menina e moça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tal como já vos disse anteriormente vivo no epicentro dos santos populares. O que na teoria é muito engraçado mas na prática é mesmo bastante complicado de gerir pelos menos nos dias mais caóticos porque não há lugar para estacionar e o cheiro a sardinha assada inunda as ruas (e as casas) por completo mas já que não os vences junta-te a eles - é esse o lema cá de casa.
Assim, iniciámos a época festiva com um jantar no arraial ao som de velhos hits da música popular portuguesa entre outras um pouco menos populares e mais além mar do povo irmão.
Aqui fica um cheirinho e uma boa semana para vocês.
T**

Pict001 (2).jpg

pict002 (3).jpg

pict003 (3).jpg

pict004 (3).jpg

009.jpg

007 (3).jpg
Alfama é linda! 


®Teresa Serrano e João Mendes



Autoria e outros dados (tags, etc)

Este sábado fomos cirandar pela nosso bairro.
Sou uma privilegiada por morar numa zona que adoro e onde há vida tanto de dia como à noite mas com um carácter muito próprio e engraçado. Tudo isto se aplica até que chega o mês de junho. Aqui o sossego desaparece e o cheiro a sardinha assada e a música do Quim Barrreiros entram pela casa dentro sem nunca terem sido convidadas. Tudo isto é muito giro na primeira semana mas nas outras três, dispensava.
Aproveitando a última semana de sossego, deixo-vos com as lindas ruas da Sé e um belo brunch no Pois, Café.

Tenham uma ótima semana.
T**

Pict01 (9).png

pict002 (1).jpg

pict003 (1).jpg

pict004 (1).jpg

005 (4).jpg

 Entretanto em casa...

casa.jpg

 ® Teresa Serrano e João Mendes

Autoria e outros dados (tags, etc)

Apesar do maravilhoso tempo que se faz sentir ainda estamos em estado de reflexão por estas bandas. Daí a "obrigação" de sair de casa para não estar a olhar para cada canto...
Palmeamos Alfama de uma ponta à outra. Deixo-vos com o sol, o rio e um cruzeiro para sonhar com próximos destinos.
Uma boa semana.
T**

PICT01 (6).png

 

PICT02 (8).png

 

PICT03 (7).png

 

PICT04 (6).png

 ®Teresa Serrano e João Mendes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gato no Telhado

29.11.14

alfama1.jpg

alfama2.jpg

 Alfama. Fotos® João Mendes

 

Para quem tem gatos e mora num apartamento esta pergunta é pertinente.
Deixar ou não as janelas abertas?
Eu sou a dona-galinha que diz Não, no entanto, o J. é completamente o oposto e deixa que os gatos estejam à janela (e eles adoram, ainda por cima!). Quando tento ser racional e pensar que os gatos têm um equilíbrio extraordinário, dado pela cauda, e que grande parte dos gatos vadios adoram andar nos telhados fico um pouco mais calma. Mas também quem é que não ouviu já uma história de um gato de um amigo que caiu do 4º andar e partiu as patas ou desapareceu?

Então tenho de fazer um exercício mental gigante para me controlar quando vejo o Jeremias e o Zézinho completamente deliciados a olharem para os pombos que pousam no parapeito da janela do prédio em frente e pensar que também é ali que eles respiram ar puro, sentem os cheiros da rua e já que não tem possibilidade de andar num quintal ou jardim, então ao menos que aproveitem estes momentos.
E assim vos desejo um bom fim-de-semana.

T

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por TERESA SERRANO - este é um blog de experiências do dia-a-dia com um toque de sarcasmo e ilustrado por uma designer que " Quando-for-grande-quer-ser-ilustradora".

Tradução/Translate


Pesquisar

  Pesquisar no Blog