Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Quem está a pensar casar-se e já começou a despender algum tempo ao assunto, já percebeu que casar é caro.
No entanto, acho que ninguém deve deixar de o fazer por uma questão económica. Casar é um ato de amor e quem deseja muito "subir ao altar" deve arranjar soluções para o fazer. Eu e o João casámos o ano passado e conseguimos contornar as dificuldades e fazer um casamento à nossa medida e gosto. Assim, aqui ficam algumas das dicas que me fizeram poupar bastante e que vos podem ajudar também a organizar o vosso casamento.


1. Convidados e local do evento
Pensar muito bem no número de convidados que podem ter e tentar arranjar um espaço familiar (se possível) para fazer o evento e copo de água - a quinta do tio, o quintal da mãe, o celeiro dos avós, um barco...
Se a ideia é fazer algo muito restrito e descontraído (com 15 a 20 pessoas no máximo) podem até optar por um jardim público e fazer um piquenique.
Outra forma de tornar o evento mais económico é ser um casamento tardio (onde só é servido jantar ou simplesmente um cocktail).

2. Convites de casamento, marcadores e menus
Estas são algumas das peças que podem ser feitas em casa pelos noivos. O convite de casamento pode até ser digital e chegar aos convidados por email. Quanto às ementas, podem aproveitar um "dois-em-um" e fazer marcadores de mesa com menu (impresso dos dois lados).

pict_01 (5).jpg

 Nós casámos na Casa do Alentejo em Lisboa e posso assegurar que fomos muito bem atendidos e por um preço que nos surpreendeu agradavelmente.

pict_02 (5).jpg

3. Vestido de noiva e sapatos
O vestido é um dos pontos mais importantes da futura noiva, mas hoje em dia, muitas das noivas, acham um desperdício só se usar aquele vestido uma vez...(eu não sou desta opinião, mas entendo e este post é sobre economia no casamento) portanto uma das dicas é comprar um vestido que gostem e depois conjugar com uma coroa de flores ou um bouquet (ideal para o estilo boémio).
Outra forma de economizar é comprar em segunda mão, ou pela internet. E a terceira opção (que foi a que eu usei) pedir - no meu caso à minha mãe - para fazer o meu vestido de noiva. Ou seja mandar fazer numa costureira - ou fazer a própria noiva - com tecidos comprados por nós. Esta opção não só fica mais barata como tem a mais valia de ser exclusivo.
Quanto aos sapatos aconselho uns que a noiva já tenho utilizado e confortáveis, mas forrados a gosto.

pict03 (3).jpg

pict_04 (4).jpg

4. Flores
Uma das melhores dicas que posso dar em relação aos arranjos florais é ir ao MARL e fazer o próprio bouquet e arranjos das mesas. Este foi um dos pontos onde mais poupei. O MARL - mercado das flores - abre todos os dias a partir das 18 horas (mas é nas segundas, quartas e sextas que chegam flores novas - se não me engano). Vale a pena estar lá mesmo às 18 horas porque a variedade é muita e muito barato. O único contra é passar a noite anterior ao casamento a fazer arranjos florais, mas compensa.
pict05 (2).jpg

® artFacts Fotografia

5. Maquilhagem e cabelo
Optar por algo mais natural, tanto na maquilhagem como no cabelo é o mais económico e que se adapta bastante bem a um estilo mais hippie chic. Uma coroa de flores na cabeça ou outro acessório, um gancho, uma travessa, são o suficiente para dar um toque pessoal. A maquilhagem pode também ser feita por uma amiga em quem confiem - os tons mais naturais nunca comprometem. Outra dica se optarem por ir a um cabeleireiro ou maquilhadora profissional é não mencionar a palavra casamento, esta palavra aumenta logo mais alguns euros ao serviço.

Espero ter ajudado em alguma coisa.

T**

Autoria e outros dados (tags, etc)

Como já disse anteriormente, o ano passado foi um dos mais importantes da minha vida e um dos motivos foi porque casei.
ArtFacts Photography ajudou a tornar este momento inesquecível. Portanto, se estão a pensar casar este ano, aconselho vivamente a entrarem em contacto com estes dois excelentes profissionais. Aqui o site e o Facebook.

01 (1).jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Um blog de experiências do dia-a-dia com um toque de sarcasmo e ilustrado por uma designer que " Quando-for-grande-quer-ser-ilustradora".


Tradução/Translate


I Saw Jesus in a Toast

Blogs

Tumblr


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Bloglovin