Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A Manta

01.09.15

Desde o inicio da gravidez que queria fazer algo de raiz para o meu filho(a). Passados os três primeiros meses em que unicamente se gerem expetativas, decidi que ia tricotar uma manta.
Aos anos que sei tricotar mas nunca tinha feito nada do inicio ao fim mas agora tinha um objetivo muito específico e então comecei a fazê-la no quarto mês.

inicio.jpg

Já não me lembrava o quão zen era tricotar e no primeiro mês fiz quase um terço da manta - isto com gatos sempre a brincar com os novelos e agulhas e com o João a querer também experimentar este novo "jogo" de malhas que lhe pareceu muito fácil (ao nível do observador mas um pouco mais complicado ao nível do fazedor).

peanuts.jpg

Depois o Jeremias morreu e a vontade de tricotar desvaneceu-se. Portanto, o segundo terço da manta foi feito a muito custo e demorou muito tempo porque não tinha a mesma piada (apesar do Zézinho dar o seu contributo sempre que via o novelo vir para o sofá).
A barriga não parou de crescer e se queria que o meu objetivo fosse cumprido, tinha de continuar. E assim foi.

O terceiro terço da manta foi feito com o mesmo entusiasmo do primeiro e sempre sob o olhar atento do Chico (que desajudou bastante).

tricot_fase_final (1).jpg

Por fim ainda fiz um remate em toda a manta que a minha avó me ensinou.
Por tudo isto, esta manta é já uma relíquia que vou querer guardar para o resto da vida.

manta_final.jpg

Já tem história. A nossa.
T**

 



Autoria e outros dados (tags, etc)


por TERESA SERRANO - este é um blog de experiências do dia-a-dia com um toque de sarcasmo e ilustrado por uma designer que " Quando-for-grande-quer-ser-ilustradora".

Tradução/Translate


Pesquisar

  Pesquisar no Blog